domingo, 7 de fevereiro de 2016

Filme: O Regresso

2 comentários


O Regresso
(The Revenant)

Ano: 2016
Duração: 156 minutos
Gênero: Aventura , Ação, Drama
Pontuação: * ( 4/5 )

"1822. Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) parte para o oeste americano disposto a ganhar dinheiro caçando. Atacado por um urso, fica seriamente ferido e é abandonado à própria sorte pelo parceiro John Fitzgerald (Tom Hardy), que ainda rouba seus pertences. Entretanto, mesmo com toda adversidade, Glass consegue sobreviver e inicia uma árdua jornada em busca de vingança."

(Sem SPOILERS! )

O Regresso foi o primeiro filme da sessão Oscar. Vi ele antes de Mad Max e a possibilidade de comparar os dois filmes assim, com a memória tão fresca, me dá a certeza de que esse é um filme muito muito muito melhor que o rival (na minha cabeça são rivais sim.). Falo da narrativa, é claro. A fotografia eu colocaria lado a lado. Prefiro o cenário fantástico, mas o cuidado e, principalmente, o TEMPO que O Regresso lhe dá para apreciar as montagens de cada cena, deixa tudo mais aprazível.


George Marting talvez fique orgulhoso desse filme. Aprendi bem no início que todo personagem pelo qual você se afeiçoa acaba indo contra o que você (eu) quer que aconteça. E isso foi me deixando cada vez mais angustiada. Eu não estava me importando tanto com o DiCaprio, pra mim ele já estava condenado desde o início e então não nutri esperanças de que durasse até o fim. Imaginei que para ganhar o Oscar ele teria alguma cena dramática de morte dolorosa, então me desapeguei dele como foco de interesse.

Claro que não direi nada sobre o final do filme, nem sobre estar certa ou errada sobre o final do DiCaprio, mas acho que essa é uma daquelas peças em que você entende o valor da jornada como muito superior ao destino. Essa é uma lição que aprendi com Journey (um jogo muy guapo) e que comecei a reparar em tudo que existe por aí. Chega num momento do filme em que o final tanto faz diante da proporção que o desenrolar da trama toma. E isso pra mim mostra que a história tá muito bem contada.

Outros pontos bem legais desse filme estão na Trivia. O Diretor usou 100% de luz natural e todas as cenas parecem MUITO reais o tempo todo. Depois que assistir o filme, volte aqui e leia esse artigo do Telegraph: http://www.telegraph.co.uk que mostra o que é real e o que não é em O Regresso.


Não dei 5/5 porque apesar de ter gostado de praticamente tudo nesse filme, eu não consegui lidar com a vagareza das coisas. Senti-me revendo uma versão nova de Barry Lyndon no que diz respeito à velocidade da trama, e isso vai... can...san...do...ZzZzzz. Tinha hora que eu levantava, ia ao banheiro, passeava para esticar as pernas e depois voltava e ainda estava na mesmíssima cena. Era tipo Gundam Wing, mas ao contrário. Haha.

Apesar disso, recomendo demais o filme. E como disse na postagem sobre Mad Max, recomendo também para artistas. O estudo de cores e tons desse filme rende muita arte boa, então... vá com tudo!

2 comentários :

  1. Assisti hoje esse filme e concordo com o que você disse sobre ele ser meio lento, que fez com que eu quisesse que o filme terminasse logo. O que mais gostei foi das paisagens e cenários! Eram Muito lindos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As paisagens valem muito a pena nesse filme, não é? <3 Fiquei babando demais, principalmente no começo, naquela floresta linda ;3;

      Excluir